terça-feira, 24 de abril de 2007

Apresentação pessoal

Como a grande maioria das pessoas, quando você é apresentado a alguém, possivelmente responde com um “muito prazer” seguido do seu nome, ou algo parecido. E você só falará mais a seu respeito para responder a uma pergunta da pessoa que estão lhe apresentando e com grande chance de não falar o que é realmente importante.
Para quem está procurando trabalho, negócios ou mesmo melhorar a posição no emprego atual, esse é um dos maiores erros.
Qualquer encontro é uma oportunidade para apresentar o nosso projeto de vida ou o nosso produto. Afinal a outra pessoa – e às vezes até quem está nos apresentando – pode, naquele exato momento, estar procurando aquilo que queremos apresentar.
Para aproveitar ao máximo o evento da apresentação precisamos estar preparados para falar espontaneamente de nós mesmos, mas sempre de uma maneira profissional. A duração pode variar de trinta segundos a três minutos, dependendo das circunstâncias.
Imagine que o interlocutor é uma pessoa muito importante e diga a ele, de forma suscinta, o que você faz, quais são os seus planos imediatos, quais são suas principais qualificações. Tentou? È, realmente é difícil – porque não estamos preparados, isto é, não nos preparamos o suficiente.
Uma boa lição de casa é essa: redigir uma folha resumindo o que falaríamos em 3 minutos. Depois, preparar versões intermediárias até chegar aos 30 segundos. Essa duração vai depender de cada situação específica.
Se você não souber vender o seu peixe, não espere que ninguém mais o faça.

Nenhum comentário: