quinta-feira, 19 de abril de 2007

Você já se sentiu assim?

O açougueiro espantou duas vezes um cachorro que teimava em entrar. Na terceira, viu que ele trazia na boca uma nota de R$ 50,00 e um bilhete: Por favor, me mande 12 salsichas e um pernil. Assinado: dono do cachorro.

Ele colocou as salsichas, o pernil e o troco numa embalagem plástica e pôs na boca do cachorro. E como já estava mesmo na hora de fechar, decidiu seguir o cão que tanto o impressionara.

O cachorro desceu a rua, no cruzamento teve que dar um salto para apertar o botão de fechar o sinal e caminhou alguns quarteirões até chegar em casa, sempre seguido pelo açougueiro.

Chegando, deixou a sacola na calçada, correu e se atirou contra a porta. Tornou a fazer isso. Como nada acontecesse, circundou a casa, pulou uma mureta, foi até a janela e bateu com a cabeça no vidro várias vezes. Depois caminhou de volta para a calçada. Daí um homem abriu a porta e começou a bater no cachorro.

O açougueiro correu até ele e exclamou:

– Por Deus do céu, o que o senhor está fazendo? O seu cão é um gênio!

E o homem respondeu:

– Gênio? Já é a segunda vez neste mês que este estúpido esquece a chave!

Moral da História: Você pode continuar excedendo às expectativas, mas para alguns estará sempre abaixo do esperado.


Alguns efeitos do riso sobre o organismo

o Há uma redução da tensão muscular depois do riso. Um dos principais fatores que contribui para as doenças ocupacionais, como a DORT – Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho, é o excesso de tensão muscular.

o O poder do riso de ativar a produção de endorfinas é tão eficiente quanto a acupuntura, o relaxamento, a meditação, os exercícios físicos e a hipnose.

o O hormônio do estresse, que é produzido pelas glândulas suprarenais, é reduzido.

o O riso possui um efeito antiinflamatório nas juntas e ossos, o que contribui para reduzir a inflamação e aliviar a dor em condições artríticas.

o O riso acelera a recuperação de convalescentes e é eficaz no combate á dor.


Comece a semana de bom-humor!!!

Nenhum comentário: